Um simples pedaço de papel...

Gostaria de dividir com vocês, caros irmãos leitores do Blog Imortal Juventude, o tesouro que nosso Grande Deus e Senhor Jesus Cristo escondeu no coração de alguém muito importante para mim, uma alma caríssima e preciosa, que já habita dentro em mim de forma tão simples e tão intensa, apesar do pouco tempo que nos conhecemos. Creio que não cabem aqui muitas palavras, senão as que o próprio Deus me endereçou numa manhã de oração, por meio desta carta. Carta escrita de modo tão íntimo, tão particular, mas tão bem endereçada a mim, por meio dos sentimentos de outra pessoa, que também são os meus. Enfim, deixo-vos este tesouro, e expresso minha profunda gratidão ao Senhor e à pessoa que, sendo sincera com Deus, desmascarou sentimentos meus e me trouxe de volta ao colo do Pai. 


Esse simples pedaço de papel é a forma que posso, primariamente, sem medo de ser julgada ou ate mesmo de ser “acordada”, de materializar o que quero pra mim. Os meus sonhos. Sonhados não só por mim, mas em conjunto. Sonhos estes que mudam rotas diariamente, minhas rotas conturbadas, paradoxais, densas... Sonhos estes que são dirigidos por Deus. E foi só depois de tantos outros sonhos já realizados que fui racionalizar que não preciso ter medo de conseguir, não é pecado se doar e vencer as suas lutas. Pelo contrário, esse é o prêmio por ser fiel a você mesmo. Não falo de um individualismo burro, mas de uma fidelidade a sua meta, uma auto-lealdade, um auto-respeito.

Às vezes, confesso, fico cheia de dedos pra agradecer alguma coisa. Fico sem jeito, me sinto mal. EPA!!! Me sentir mal por ter conseguido o que queria? Que tolice de minha parte fazer um absurdo desses com essa intimidade linda e delicada que tenho com Deus. Intimidade que não precisa de mediações - tudo bem que às vezes tem um terceiro que me ajuda a subir no telhado e reconectar a antena em momentos de tempestade - mas nada de muito fenomenal. Ele o  fez porque assiste de fora umas asneiras naturais de quem está perdido, logo, humildemente,  precisa ajudar o (a) desnorteado (a).

E é por esse escrito, por essa folha de papel que contém um pequeno rasgo – rasgo que eu mesma fiz simbolizando as cobranças que me fiz - que materializo o que de fato acredito, e me rege. Os meus sonhos são sonhados em sintonia com a luz. São vindos do Coração Divino, sonhos que alimentam uma paz, a mesma paz com a qual Cristo nos saudou uma vez, e que nos faz renovar essa mesma aliança todos os dias.

Essa paz, que provém da conquista de uma meta, quer dizer, para mim mais que uma conquista. Para mim, essa conquista vem de um amor supremo que me entope as artérias do coração, fazendo com que transborde para o exterior desse corpo lágrimas e sorrisos, juntos. Um calor que vem do abdome, um vento nas costas que vem sem direção, e uma vontade doida de onde eu estiver dizer, com os olhos, e com um sorriso de canto de boca, com uma música qualquer:“Pai, valeu muito a pena. Nós fazemos uma dupla e tanto. (e sussurrar o mais baixinho que conseguir). Ei, amo você! ”

Pra mim, isso é a presença de um espírito de luz que não só direciona as oportunidades, quanto cuida de mim para que eu possa ser forte, põe empecilhos para me manter fiel, e depois de me encher de ansiedade, me leva à praia, brinda comigo o suado troféu com um copo de suco de melão e olha nos meus olhos e diz: “- Tá vendo, princesa? Precisou todo aquele desespero? Confia em mim, cabeça, que teu sofrimento é reduzido! Mas você não me ouve, “Margarida”! Porque você é assim? Mas deixa isso quieto, discutimos isso no próximo final de semana, ok? Mas agora, eu quero só ouvir você agradecendo. Descansa esse cansaço em mim, filha! E sorri. Amo você, pequena! Vai iluminar, minha princesa. Diga pra outros desse amor puro, sem enfeites, que você presencia. Instruí-as a amar sem premissas calculadas.”

É mais ou menos isso que ouço todas as vezes que rezo. Um carinho sem igual embutido com um puxão de orelha. Enfim, tudo o que preciso ouvir!

CORAGEM! TE FAÇO FORTE!
“É teu Pai que é contigo!”

Nossa Senhora de Guadalupe, rogai por nós!!



“Se sou fiel no pouco, ele me confiará mais...”

Nenhum comentário:

Postar um comentário