Em Santidade


“Em santidade sobre a terra eu devo andar
Em  santidade a Tua Graça posso alcançar...”

                Volto a escrever... Tempos depois de um ultimo lampejo de fé e vida que em mim encontrou lugar, sou atingido outra vez pela Verdade Suprema, e deixo então sangrar esta dor e alerta, este insólito instante, improvável momento de intimidade com Deus, alavancado por uma canção que me foi enviada por um irmão de comunidade. Volto a escrever, sem méritos sem o menor valor pessoal, mas tão somente por Graça. Graça que me sustenta e orienta, discretamente sopra e dá o rumo, mesmo quando eu teimosamente insisto em manter as minhas mãos no leme do meu barco. Quisera eu ser uma nau à deriva, e deixar a Voz do Senhor ser o Vento, ser o Sopro, o Ruah que me leva adiante, direto ao Seu querer...


                Nos últimos dias, em diversas conversas e momentos de partilha com pessoas queridas para mim, deparei-me com um sentimento que me rasgou o coração: vi-me completamente vazio dos sonhos e projetos que outrora sentia Deus plantar em mim. Conversando com uma amiga, disse sentir-me não esquecido por Deus, mas surdo e inerte à Sua Voz.  Já não ressoava em mim o desejo e as ganas de dar a vida pela obra à qual o Senhor me chamava. Sentia-me, e de algum modo ainda me sinto, sem sonhos.  E pior, quando questionado acerca do porquê de tais sentimentos, veio-me à boca o amargo silêncio dos que fingem não saber a razão da aridez que vivem. Aridez esta disfarçada no estéril cumprimento de compromissos, profundos estudos teológicos e doutrinais, mas que em nada tornaram-se vida em mim ao longo de todo este tempo. Bem, creio que hoje é novamente o princípio de um novo tempo, em que o Sol da Verdade venha a derreter as “asas de cera” do meu coração...

                Desejo aqui partilhar a correção do Senhor para comigo, pois sinto que é este o Seu desejo não somente para mim, mas certamente para todos os seus amados filhos. E o que neste dia me lancinou o coração não foi outra coisa senão a condição principal para estar em comunhão com Ele: a busca de SANTIDADE!
Em meio à melodia e principalmente a letra da canção a mim enviada (que coloco ao final do texto) senti o Senhor me alertar sobre o quão indispensável é a busca da santidade em nossas vidas. Não uma santidade estéril, insossa, uma regra de vida permeada de obrigações sem sentido profundo para agradar um Deus distante e frio, mas santidade que se traduz numa vida de constante sintonia com o Coração Divino e com o manancial de graças que ali é segredado. Ora, como podemos desejar ouvir o Senhor se não pela busca de estar sempre sob Sua Graça e Misericórdia?


                Torna-se claro para mim neste HOJE que se Deus já não me inspira Seus sonhos, não se trata de que não deseja mais chamar-me à Sua seara. Seus chamados são imutáveis, e perene e fiel Seu ardente desejo de nós. Mas se não há busca pela comunhão com Ele, se o cristão interiormente e voluntariamente já não ruma sua vida em direção às virtudes a que Ele nos chama, não haverá como ouvir  o Senhor para bem cumprir a missão confiada, e facilmente perde-se o rumo. E assim reconheço o estado que muitos jovens e servos como eu se encontram: uma letargia espiritual que nos tolhe, nos impede de buscar o Senhor. A tal estado me permiti chegar, sem sincera busca dos sonhos de Deus, sem retidão interior, um coração tantas vezes idólatra e infértil, ocupado muito mais das criaturas e conveniências, vaidades e veleidades, seduzido pelas coisas de Deus e esquecido do Deus que criou todas as coisas. Percebo então a necessidade de um novo sopro, uma VIDA AUSTERA, como ouvi o grande Monsenhor Jonas Abib falar em tantas pregações; oblação e sacrifício daquilo que em mim destoa do rumo ao qual me sinto chamado.

                EM SANTIDADE! Tudo fazer em santidade! Quantas vezes Deus não me serviu somente de disfarce, pretexto, intenção secundária para que eu me adornasse de uma fé farisaica e interesseira?

                Percebi em mim diversas vezes tal atitude. Como querer sonhar com Deus, almejar o céu se não tenho deixado em meu interior espaço para que o céu aconteça? De outro modo, como posso pedir que Deus me inspire e leve a servir o Seu povo se não puder encher-me de Sua Graça?

                EM SANTIDADE! Em santidade eu preciso reconstruir meu coração, e buscar o que vem genuinamente do céu!
EM SANTIDADE! EM FIDELIDADE! EU DEVO ANDAR!

                Esse é o Sonho Divino que Deus SEMPRE me inspirou. Ao deixar de viver este sonho, entendo que não tenho o direito de desejar outros. Se o que de mais íntimo sou chamado a viver eu me permiti abandonar, como crer que cuidaria bem de sonhos exteriores que Ele me inspirasse?

                Desejo voltar a andar em santidade! Desejo ser aquilo que Deus quer! Firme e fiel, ainda que fraco e pecador!

                Desejemos isso juntos, amados filhos e filhas da Santa Igreja, para que frutifiquemos em trinta, sessenta e cem por um a seara do Senhor.

EM SANTIDADE
(Ministério Adoração e Vida)

Em santidade, em santidade, em santidade, sobre a terra eu devo andar
Em santidade, em santidade, em santidade, tua graça posso alcançar
E romper com as trevas

Como posso eu querer
Que a bênção venha sobre minha casa
Como posso esperar
Que meus sonhos e meus planos aconteçam

Como irei compreender
Se minha vida passa longe da verdade que eu ouvi
E os meus passos já não tocam, os caminhos que aprendi
Meu argumento, me empobrece e me faz pensar assim

Que estou tão certo, e é perfeito o meu jeito de servir
Digo que amo minha igreja e o chamado que atendi
Mas ja nao ouço os conselhos e a palavra que há em mim
Sonho que um dia a boa nova se espalhe até os confins

Mas sem Santidade
Sem fidelidade
Toda obra ruma ao fim


Texto dedicado a Deolinda Amorim, minha mãe, Bianca Macedo, Joille Santana e André Andrade, por me ajudarem a enxergar que sem santidade e fidelidade toda obra ruma ao fim...


No jardim do Imaculado Coração de Maria
Roberto  Amorim, indigno  escravo por amor

7 comentários:

  1. Não quero ser Santa pela metade, escolho tudo! Santa Teresinha...

    ResponderExcluir
  2. Amado irmão... Encontro-me em suas palavras, pois acredito que meu coração está da mesma forma que eu o seu... Talvez não distantes um do outro.
    Desejoso de viver os sonhos de Deus, porém muitas vezes sem força, coragem ou o mesmo entusiasmo de antes. Inspiro-me em suas palavras para encontrar a força que tanto tenho buscado e diante de Deus quero abrir mão de mim para somente ele viva e me ajude a ser SANTO... Santo de Calça Jeans, que bebe coca-cola, que canta, que dança, que louva a vida em Deus sem medo nem reservas... Um Santo dos dias de Hoje, inflamado pelo Espírito Santo, um sopro de vida para a Humanidade... Que Deus seja Louvado em ti, em teu ministério, no imenso amor que tens por ele... Que eu possa ser um adorador como você é, pois me alegra olhar em teus olhos e contemplar o Deus que está em ti, esse amor que deixas transbordar em teu peito para que sejamos banhados de infinitas Graças e alegrias, vindas especialmente das palavras que Deus lhe inspira pela força do Espírito Santo...
    Um grande abraço de seu irmão de sempre... Douglas Chagas

    ResponderExcluir
  3. Nossa...
    Suas palavras parecem meu reflexo em um lago.. me vejo completamente elas...as palavras do querido Douglas..dizem tudo q meu coração esta passando...
    Vejo-me sem forças para voltar a BUSCAR O CÉU...
    Este espaço esta sendo um canal de busca... Façamos dele..um dos nossos caminhos a Santidade,,,

    "O Bom Deus me dá coragem na proporção dos meus sofrimentos. Sinto que, no momento, não poderia suportar mais, mas não tenho medo, pois se Ele os aumentar, aumentará, ao mesmo tempo, minha coragem". (“CA 15.8.6)”
    Santa Teresinha do menino Jesus

    Léo Lopes

    ResponderExcluir
  4. sei que não sou nada, e nada muito mais eu sou sem o Senhor.Por isso preciso sem cansar procurar em tudo e em todos Deus. Sou infiel ao fiel que me dá anima no desespero, e enxuga com carinho as minhas lágrimas. Ser santa é descobrir que até o fim devo lugar para não desistir de caminhar.Fica Senhor comigo, pois tua presença me é necessária.

    ResponderExcluir
  5. Obrigada amigo pelas palavras de conforto e amizade ao bom Deus!

    ResponderExcluir
  6. ...Por mais dificil que seja quero te ter ao meu lado e te sentir meu amado, amigo fiel...

    Santidade... Palavra simples de dizer, Dificil de vivier...
    Dificil Não Impossivel...
    Aspiremos a Santidade...

    ResponderExcluir
  7. obrigada pelas suas palavras era exatamente oque eu presisava ouvir

    ResponderExcluir